Em seu segundo disco o Immortal lançou uma obra prima chamada Pure Holocaust onde eles deixaram de lado a sonoridade crua de seu debut e partiram pra uma abordagem de técnica apurada e com brutalidade insana.

pure holocaust.jpg

4

Título: Pure Holocaust

Ano de Lançamento: 1993

Gênero: Black Metal

Unsilent Storms in the North Abyss é uma pesada e extremamente veloz música de Black Metal com influências de Death Metal, com vocal rasgado e bem ríspido e um instrumental simples e constante, sem se aventurar muito dentro do seu ritmo. A Sign for the Norse Hordes to Ride é uma das músicas mais velozes e pesadas da história, com um instrumental incrível e com boas doses de técnica e um vocal que na mixagem ficou um pouco baixo, dificultando bastante para entender o que Abbath está cantando. The Sun No Longer Rises é uma música intensa, com bateria na velocidade da luz, um instrumental um tanto melódico e uma agressiva performance vocal quase falada, sendo uma das faixas mais criativas do disco e contando com boas quebras rítmicas. Frozen By Icewinds começa de forma tempestuosa em um denso instrumental que logo é quebrado para a entrada de um incrível trabalho de bateria, vocal ríspido e bem característico do Black Metal, com ótimas quebras rítmicas e um bom refrão.

Storming Through Red Clouds and Holocaustwinds é uma faixa veloz e com excelente lead guitar, uma abordagem agressiva e de forte impacto e uma boa performance vocal. Eternal Years On the Path to the Cemetary Gates é veloz e agressiva, com um ótimo instrumental, performance vocal marcante e excelentes quebras rítmicas além de uma letra fúnebre que da um tom sombrio a essa parte do disco. Ela é seguida por As Eternity Opens, a música mais leve do trabalho, com um bom vocal e uma temática interessante, acompanhado de um instrumental denso e cheio de reviravoltas em uma música de sonoridade única e que apresentou extrema criatividade na época. O disco fecha com a faixa título Pure Holocaust, que conta com o melhor instrumental do trabalho e intensidade muito elevada em letras bestiais e  uma violenta performance vocal.

Destaques: A Sign for the Norse Hordes to Ride, The Sun No Longer Rises, Frozen By Icewinds e Eternal Years On the Path to the Cemetary Gates.

Anúncios