O gigante MMORPG promete cativar com uma ótima história, jogabilidade fluída mesmo em deslumbrantes cenários, excelente inteligência artificial, dificuldade elevada e entrosamento entre os jogadores. Será que essa promessa é dívida?

destiny-.jpg

4

Título: Destiny

Ano de Lançamento: 2014

Gênero: Tiro

A história do jogo não é um exemplo de roteiro. Se passando no futuro não muito distante os humanos vivem ilhados em um satélite artificial chamado A Torre após a Terra e a Lua agora habitadas são tomadas por uma raça alienígena que está tentando dizimar a população de humanos. Para combate-los temos que escolher entre três classes: Titã, Arcano ou Caçador.  Cada uma tem sua peculiaridade mas todas são igualmente boas. A falta de profundidade na história de Destiny ganha ênfase quando percebemos que o briefing das missões é praticamente o mesmo em todas elas, tornando o jogo consideravelmente repetitivo.

O sistema de up é bem construído e baseado no clássico ganho de experiência para subir de nível, coisa que leva tempo no game. As armas são de grande variedade e os equipamentos também, e em ambos o caso é possível um aprimoramento através de recompensas dadas por excelência no uso de seus recursos. Nesse ponto o jogo triunfa e se torna cada vez mais compensador.

O que era pra ser o grande destaque do game que são as interações online é um completo desastre. O sistema de lobbying é falho e é difícil encontrar partidas online e o modo cooperativo podia ser mais intuitivo se permitisse uma rápida junção de forças, mas a produtora do game preferiu usar de um complexo sistema de compatibilidade que mais atrapalha do que ajuda. Vemos jogadores a todo momento por todos os lugares e é frustrante não podermos chama-los rapidamente para uma partida cooperativa ou desafia-los para o PvP.

Como seu maior triunfo o Destiny apresenta uma jogabilidade fluída e divertida em vastos planetas e luas a serem explorados, além de divertidos poderes que podem ser usados após um certo tempo de espera, e ainda por cima faz tudo isso em um visual fascinante que tem a exata mesma qualidade de imagem na sétima e na oitava geração de videogames, o que significa excelência em port de jogo. A trilha sonora também é magistral e da um clima épico as caóticas batalhas que recheiam o game, e se ele fosse mais diverso e variado teria grandes chances de se tornar um dos melhores jogos de tiro da história.

Anúncios