Christopher Nolan tirou o posto de rei das reviravoltas de M. Night Shyamalan já faz um bom tempo, com seu sucesso The Prestige (2006), e em 2014 ele reafirmou seu posto e deu sinais de que não sai de lá tão cedo.

interstellar2

5

Título: Interstellar (Interestelar)

Ano de Lançamento: 2014

Gêneros: Ficção Científica, Drama

Pra quem não esperava que Nolan superaria seu épico Inception em complexidade, 2014 foi uma grata surpresa para nos. Interestelar é um filme denso e complexo com exatamente 3 reviravoltas, uma mais impactante que a outra, e que surpreende tanto visualmente como uma das peças cinematográficas de maior beleza já lançadas como intelectualmente, dando uma bela aula sobre buracos negros no caminho.

O filme conta a história de Cooper, protagonizado de forma espetacular pelo mestre Matthew McConaughey, um pai de família que perdeu a esposa para um tumor na cabeça e cria com a ajuda do pai de sua falecida mulher seus dois filhos, Tom e Murphy, com a segunda tendo grande interesse em seu passado onde o pai trabalhava na Nasa e foi afastado após um acidente. Através de um código binário transmitido por misteriosos acontecimentos na casa Cooper se vê frente a uma possível salvação da humanidade que está perdida entre o caos causado por constantes tempestades de areia, além de pragas que fazem com que o único recurso alimentício proeminente dos seres vivos seja o milho, ao encontrar uma nova base da Nasa através de coordenadas, e recebe a ingrata missão de deixar tudo para trás e ir a um buraco de minhoca (fenômeno que teoricamente cria um atalho entre o espaço-tempo ao “dobrar o destino de saída ao destino de chegada”) perto de Saturno pra continuar uma busca por um planeta com melhores recursos e dessa forma, resultar na salvação da raça humana ao leva-los para uma outra galáxia. O problema é que nem tudo o que disseram pra ele sobre a missão era verdade, e isso torna o filme denso e tenso.

Com inúmeros contratempos, problemas e reviravoltas, Interestelar tem uma complexa visão de como pode ser o futuro da humanidade e passa isso com maestria nas quase 3 horas de duração do filme, que agradou a esmagadora maioria do público e boa parte da crítica que elogiam seus efeitos especiais perfeitos e história cheia de camadas que vão sendo desvendadas aos poucos.

Particularmente, o longa me agradou muito, e foi o filme que mais gostei desde que assisti Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) no início de 2015. As atuações de McConaughey e Anne Hathaway são dignas de nota, e apesar de não mostrar o melhor trabalho de nenhum dos dois, sem dúvida, mostra o mais emocional e profundo. Tudo o que eu tenho a dizer é que pra quem não assistiu ainda esse filme e se interessa pelo espaço, ou apenas quer ver um longa bom pra caralho, veja Interestelar, é um tempo bem gasto.

Melhor Cena: a reviravolta do Dr. Mann.

Anúncios