Os americanos do Arkos fazem uma mistura de Alternative Metal e Post-Grunge de bom gosto e com criatividade. Apesar da banda ser conhecida apenas no meio underground eu acredito que eles estão cada vez mais próximos de explodirem no mainstream com seu som polido e bem feito.

Cover

4

Título: Elapse

Ano de Lançamento: 2016

Gêneros: Alt. Metal, Post-Grunge

“Cancer” abre o trabalho com um instrumental excelente acompanhado de uma performance vocal cativante, com uma boa letra e um excelente refrão que tem facilidade para grudar na cabeça e mostra uma banda madura e que sabe o que está fazendo. “Nameless” segue o disco em grande estilo com um riff base divertido e energético, um vocal um pouco mais simplista que na primeira faixa mas mais complexidade instrumental. “Vices” da continuidade ao trabalho com um instrumental muito polido, uma boa performance vocal e mais um refrão grudento e carismático.

“Forever” começa com um belo dedilhado e logo ganha peso e técnica em um instrumental coeso e sólido, acompanhado de afinados vocais e explodindo em um cativante e moderno refrão. “Kill the Messenger” tem uma temática curiosa, com bons riffs, bateria sem grandes arriscamentos e uma performance vocal decente em cima de uma letra diferente e criativa. “Separate Ways” é aquele tipo de música que você já ouviu alguma vez na vida mas não lembra por seu riff inicial, mas ganha identidade assim que entram os vocais e ainda conta com um refrão interessante e bem construído.

“Runaway” é uma moderadamente pesada música de Post-Grunge com uma boa performance vocal, uma ótima letra e um excelente instrumental, alcançando seu pico no vigoroso refrão que não deixa a desejar em nada. “The Fall” é uma pesada música de Alt. Metal com um excelente instrumental, uma boa performance vocal e um refrão um tanto grudento. “Soul Tie” fecha o trabalho de forma acústica em uma bela música que faz mistura de vários elementos para propor uma abordagem curiosa que quebra totalmente o ritmo do disco mas sem causar impacto negativo por essa mudança drástica, fechando o trabalho com qualidade em alta.

Destaques: “Cancer”, “Forever” e “Soul Tie”.

Anúncios