Em seu primeiro disco a jovem Jessie J gravou músicas que compôs durante a sua adolescência e o resultado é uma quantidade legal de músicas emocionais e até mesmo de auto-ajuda que devia servir de exemplo para as cantoras da atualidade a aprender a não cantar apenas sobre futilidade e banalidade.

jessie-j-who-you-are

3

Título: Who You Are

Ano de Lançamento: 2011

Gêneros: Pop, R&B

A primeira música foi o grande single do disco, chamada “Price Tag”, teve grande influência em ajudar as pessoas a pensar menos em coisas materiais e viver a vida como ela é. Essa mensagem positiva lhe rendeu quase meio bilhão de views no Youtube. “Nobody’s Perfect” é a música com que Jessie J mais se identifica pelas pessoas esperarem perfeição de seus ídolos, algo fortemente repreendido por uma música onde o lema já está no título. Ninguém é perfeito. Com uma brusca queda de qualidade temos “Abracadabra”, uma música apenas decente e sem grande destaque no disco, e nem mesmo na discografia da morena, e nem o carismático refrão salva. “Big White Room” é uma faixa gravada ao vivo com a melhor performance vocal da carreira da Jessie em uma música potente com refrão incrível e notas altas impecáveis, além de uma admirável doçura e intimidade em uma letra pessoal e direta. “Casualty of Love” é uma balada com boa melodia e bom vocal mas letra um tanto superficial e enjoativa, tendo como único trunfo seu decente refrão. “Rainbow” é uma das músicas de Pop mais estúpidas que eu ouvi na vida, contando com uma melodia estranha, uma péssima letra e um refrão muito chato e que tenta imitar o estilo de Rihanna, para a qual Jessie J já compôs no passado. “Who’s Laughing Now” é uma música divertida que fala sobre bullying e sobre superação em uma letra cheia de mágoa mas que não soa rancorosa, aparentemente ilustrando a infância de Jessie.

“Do It Like a Dude” é a música mais divertida da Jessie J até hoje, e uma das poucas a falar palavrões. Ela passa uma mensagem anti-machismo de forma malandra e com uma melodia exemplar nos versos, além de um refrão marcante. Ponto positivo também pela ótima performance na bateria, seja lá quem for o baterista. “Mamma Knows Best” é a melhor música lançada por Jessie até hoje (início de 2016), com uma levada classuda, ótima letra e uma exímia performance vocal de Jessie, marcando quem ouve-a com facilidade. “L.O.V.E.” é uma música fraca onde Jessie não demonstra personalidade e tenta imitar muito o timbre vocal de Beyoncé, em certos momentos de fato conseguindo. Mas quem gosta de um um plágio? “Stand Up” tem uma mensagem legal mas uma péssima execução, sendo a pior música de todo o disco por querer despertar a infância perdida de seus fãs novamente em uma sonoridade jovial mas que soa apenas infantil demais. “I Need This” é mais uma música fraca, com uma letra até decente mas uma melodia clichê e que não apresenta nada de criativo. “Who You Are” é a música de mensagem mais bonita de Jessie J e já chegou a ser a minha favorita da garota mas com o tempo descobri o quão enjoativa ela pode ser. Mesmo assim, é uma ótima faixa com uma performance emocional e a certíssima mensagem que tenta ensinar nos a sermos nos mesmos. “Domino” fecha o trabalho com uma música divertida e de excelente gosto com uma letra que esbanja confiança e mostra um lado mais festivo de Jessie, tendo se tornado um grande hit na época.

Destaques: “Price Tag”, “Mamma Knows Best” e “Domino”.

Anúncios