Steven Wilson está em uma fase produtiva. A grande mente por trás da grande banda Porcupine Tree vem caprichando em sua carreira solo nos últimos anos e demonstra inspiração e capricho em cada um de seus trabalhos.

4 ½.jpg

4

Título: 4 ½ EP

Ano de Lançamento: 2016

Gênero: Prog. Rock, Prog. Metal

“My Book of Regrets” é uma robusta faixa de Prog. Metal com instrumental impecável, uma espetacular performance vocal, solos insanos e muita progressividade, como se é de esperar de Wilson que tem um talento único para melodias. A faixa é extremamente longa, beirando os 10 minutos, mas não chega a ser cansativa em momento algum. Pelo contrário, a constante variação de ritmos enriquece a sua sonoridade. “Year of the Plague” é uma música orquestrada e muito mais calma e simplória que a anterior. É um instrumental relaxa e muito bonito com violino de fundo e um violão dedilhado carregando a faixa. Ela abre pra “Happiness III”, uma faixa sobre os tempos atuais com uma forte crítica a sociedade em uma sonoridade densa de Prog. Metal com uma bela performance vocal de Wilson e um alto grau de carisma em seu excelente refrão que é jovial e contagiante.

“Sunday Rain Sets In” é uma faixa com um ar misterioso a sua volta, mostrando um instrumental básico e introspectivo que nitidamente foi feito com muito carinho por Wilson. “Vermillioncore” tem uns toques de Tool e é movida a baixo, com alguns outros instrumentos aparecendo de fundo de forma mais amena e intimista, sendo uma ótima música com seu próprio jeito e peculiaridades. O EP fecha com “Don’t Hate Me”, uma poética faixa com um forte vocal de Steven Wilson e uma participação de um vocal feminino que eu não tenho ideia de quem se trata, contrastando bastante com a voz de Wilson e lembrando em melodia por vezes Opeth. É o grande destaque do trabalho.

Destaques: “My Book of Regrets”, “Happiness III” e “Don’t Hate Me”.

Anúncios