Em mais um clássico dos anos 70 o Grand Funk Railroad apresenta um som mais progressivo e experimental que em seus álbuns anteriores. Veja o que eu tenho a falar sobre Shinin’ On a seguir.

6107haQ9ZeL.jpg

2

Gêneros: Hard Rock, Prog. Rock

“Shinin’ On” é uma música cheia de malandragem, com uma excelente performance vocal, versos agressivos e um psicodélico refrão, remetendo diretamente a experimentação, o que por sua vez remete a progressividade. “To Get Back In” é uma música menos inspirada que a faixa título, com bons versos e um refrão decente, mas não é nada de mais. “The Loco-Motion” é uma música divertida, com bons riffs e um instrumental energético, mas não impressiona. “Carry Me Through” é uma música de Prog. Rock com versos bem construídos e uma bela performance vocal na cadenciada e amena faixa que ganha poder no fortíssimo refrão.

“Please Me” é uma música interessante, com versos legais e um bom refrão, mas é simplória demais e não captura toda a grandiosidade e excelência da banda. “Mr. Pretty Boy” é uma faixa blueseira com uma boa performance vocal e um refrão decente. “Gettin’ Over You” é uma música divertida, com uma ótima performance vocal, e um bom refrão. “Little Johnny Hooker” é a música mais curiosa do disco, com um empolgante instrumental, bons versos e um refrão ótimo mas uma letra muito fraquinha.

Destaques: “Shinin’ On” e “Carry Me Through”.

Anúncios