11942353_733812673396997_328380412_o2

4

Título: Roadie Metal Volume 5

Ano de Lançamento: 2015

Gêneros: Hard Rock, Heavy Metal, Prog. Metal, Thrash Metal, Death Metal, Black Metal

CD 1:

1. Vivalma – Proudhome

2. Shallrise – Simply for Nothing

3. Tellus Terror – 3rd Rock from the Sun

4. Cavera – More Lies

5. Sunroad – Into the City Lights

6. Magnética – Inflamáveis

7. The Goths – Strange Way of Living

8. Rotten Pieces – Rot in Pieces

9. Lascia – Trapped

10. Marcos Mausan Rock Band – Last Train to Rio Largo

11. DxLxM – Zumbis

12. Banda 80 Rock – Nem Tudo Está Perdido

13. Velho Corvo – Pé na Estrada

14. Aronne – Sherazad

15. Panzer Division War – Morgaroth

16. Adimi – Tão Iguais

CD 2:

1. Krucipha – Pulse

2. Hollow – Destruction of the Mass

3. Maquinarios – Um Grito na Noite

4. Balba – Skin to Skin

5. Aronne – Mephisto

6. Individual – Every Man for Himself

7. Half Bridge – Karma

8. Esffera C4 – Sempre João

9. Vômitos & Nauseas – Mergulho no Chaos

10. 50 Point – Cherume

11. Outlanders – Kretaceous

12. Codmorse – Sign the Hell

13. Catástrofe – Holocausto

14. Deadfall – Illusion

15. Valfenda – Another Dimension

16. Intersect 4E – Reféns

O Gleison Junior, mente por trás da Roadie Metal, uma web rádio e assessoria de imprensa, lança com frequência um ótimo trabalho de coletâneas onde os artistas ajudam financeiramente para mídias físicas serem distribuídas, contando com nomes emergentes da cena nacional de Rock e Metal dividido em dois discos com 16 músicas cada. O quinto volume das coletâneas Roadie Metal é interessante e traz certas inovações para o cenário nacional mainstream com bandas que ainda não viram a luz do sol brilhar. É muito legal o esforço de Gleison Junior pra reunir tantas bandas de estilos diferentes em uma só embalagem, como se fossem um só, em união, rumo ao estrelato na cena nacional.

No primeiro disco as bandas que chamam mais a atenção no primeiro disco são “Proudhome” da banda Vivalma, que oferece um clima épico em excelente forma com raízes fincadas do Prog. Metal e interessantes passagens instrumentais além de uma bela performance vocal, “3rd Rock from the Sun” da banda Tellus Terror, que é uma música brutal com excelentes guturais e death growls em uma sonoridade redonda e que não se arrisca, “Into the City Lights” da banda Sunroad, que cativa com sua proposta de Heavy Metal tradicional onde o centro do espectro musical são a guitarra e o vocal que fluem em completa sintonia entre si, “Inflamáveis”, um intenso Hard Rock feito pela banda Magnética, a animalesca “Rot in Pieces” da banda Rotten Pieces que é uma turbulenta música de Death Metal com uma entrada tenebrosa e excelentes versos, além de peso de sobra e riffs de guitarra executados de forma exímia, e a melhor faixa dos dois discos, “Nem Tudo Está Perdido” da Banda 80 Rock, com uma excelente letra e um instrumental impecável.

Já no segundo disco as faixas que se destacam são “Pulse”, uma violenta música da banda Krucipha, esbanjando peso e técnico em uma faixa de Death Metal extremamente agressiva e pesada, “Um Grito na Noite” da banda Maquinarios, que mostra um Heavy Metal tradicional coeso, com excelente performance vocal à Bruce Dickinson da vida por parte do vocalista, “Every Man for Himself” da banda Individual que tem uma boa construção, uma entrada diferente e muita brutalidade tanto instrumental quanto lírica. “Sempre João” é um Hard Rock poderoso e divertido, com uma ótima letra e riffs excelentes, e pra finalizar, “Mergulho no Caos” da banda Vômitos e Náuseas, que dispõe de muita agressividade e uma sonoridade visceral que remete até a Strapping Young Lad, banda de Death Metal e Industrial Metal do mestre Devin Townsend, sendo a melhor música do segundo disco.

Destaques no Disco 1: “Proudhome” de Vivalma, “Into the City Lights” de Sunroad e “Nem Tudo Está Perdido” da Banda 80 Rock.

Destaques no Disco 2: “Pulse” de Krucipha, “Every Man for Himself” de Individual e “Sempre João” da Esffera C4.

Anúncios