Sinopse: Will Graham (Edward Norton) é um agente do FBI que por pouco não foi morto por Hannibal Lecter (Anthony Hopkins) quando tentava capturá-lo. Com Lecter já preso, Graham é obrigado a usar o psicopata como consultor para obter maiores informações sobre Francis Dolarhyde (Ralph Fiennes), um serial killer que tem deixado a cidade em pânico. Mas o que Graham não sabe é que ao mesmo tempo em que Lecter o auxilia em sua investigação também repassa ao próprio Dolarhyde informações sobre a família do policial que o persegue.

20130326.jpg

4

Título: Dragão Vermelho

Ano de Lançamento: 2002

Gênero: Mistério, Thriller

Will Graham prende Dr. Hannibal Lecter e tenta receber ajuda dele para caçar o psicopata apelidado de “Fada dos Dentes”, um homem louco e alucinado que tem o costume de escolher famílias inteiras através de vídeos caseiros e matá-las, arrancando os olhos de suas vítimas. O filme tem muito mais tensão que o anterior, Hannibal (2001), e tem uma trama muito mais complexa e que exige muita atenção para ser compreendida. O assassino parece não ter fim em suas loucuras e persegue selvagemente pessoas comuns enquanto Hannibal Lecter faz um joguinho com Will, testando sua inteligência e poder de percepção. O longa tem um final tenso e brutal, difícil de esquecer, fazendo desse um dos melhores filmes de Mistério dos anos 2000 e o segundo melhor da saga Hannibal, se passando antes de O Silêncio dos Inocentes (1992) e Hannibal (2001). Anthony Hopkins e Edward Norton dão um show de atuação e chega a ser hilário eles não terem sido pelo menos indicados ao Oscar de 2003.

Melhor Cena: o Dragão Vermelho se revela para Reba.

Anúncios