front.jpg

4

Título: Once…

Ano de Lançamento: 2015

Gênero: Death Metal

1. Carving the Flesh

2. God to Fire

3. Kingdom

4. Erase the Scars

5. Denied Regain

6. A Dawn to Ruin

7. Unchain the Seed of Cognition

8. Whip the Bastard

9. Übermensch

10. Introspective Return of Shadows

Um disco ríspido e brutal da nova banda de São Paulo Aske que ainda está no comecinho de suas carreiras e já da a cara a tapa com temas polêmicos, um logotipo blasfêmico e vocais carregados e profundos em uma sonoridade com raízes fincadas no Death Metal e com instrumental à caráter, com uma boa mixagem e uma respeitável produção que os fazem parecer uma banda já experiente e que figura muitos anos no mercado, coisa que não são. Isso já é um grande começo. Se não bastasse a boa ficha técnica da banda eles ainda constroem músicas atmosféricas, com muito peso e riffs alucinantes, pra ninguém botar defeito. Se destacam as músicas que exploram mais as habilidades instrumentais do disco já que é praticamente impossível entender a letra graças ao vocal repleto de rugidos ensandecidos. Faixas intensas como “Denied Regain” e “Übermensch” chamam atenção por seu extremo peso e riffs lunáticos, que mostram todo o potencial da banda se tratando de brutalidade. Outras faixas como “Introspective Return of Shadows” ganham pela grandiosidade, enquanto “God to Fire” e “Unchain the Seed of Cognition” trazem atenção a si principalmente pela brutalidade e o desleixo com polimento, fazendo delas cruas e diretas. É um ótimo disco de estreia e merece uma chance de todos os fãs de Death Metal.

Destaques: “God to Fire”, “Denied Regain” e “Unchain the Seed of Cognition”.

Anúncios