The X Factor.jpg

4

Título: The X Factor

Ano de Lançamento: 1995

Gêneros: Heavy Metal, Metal Progressivo

Tracklist:

  1. Sign of the Cross
  2. Lord of the Flies
  3. Man on the Edge
  4. Fortunes of War
  5. Look for the Truth
  6. The Aftermath
  7. Judgement of Heaven
  8. Blood on the World’s Hands
  9. The Edge of Darkness
  10. 2 A.M.
  11. The Unbeliever

Outro disco desvalorizado da banda, é um trabalho muito bom com muitas faixas interessantes e de fato, algumas fracas, mas que não merece o ódio que a maior parte dos fãs tem por ele só por Blaze Bayley ter assumido os vocais a partir deste álbum, após a conturbada saída de Bruce Dickinson que queria um rumo diferente para a banda, refletido em seus discos solo da época. Ele começa com a épica música de Metal Progressivo “Sign of the Cross” que é definitivamente inesquecível, contando também com as divertida “Lord of the Flies” e “Man on the Edge” e a complexa tanto instrumentalmente como liricamente “The Unbeliever”, que também conta com um excelente refrão. Ainda temos a pesada “Look for the Truth” que também é uma ótima pedida, e “Blood on the World’s Hands” impressiona com sua letra afiada e excelente riff, além de uma ótima performance vocal de Blaze Bayley. Além delas 2 A.M. também é muito boa. O resto são faixas que variam entre o OK e o mediano com músicas como “Fortunes of War” pecando pela falta de criatividade, “The Aftermath” não surpreendendo com uma sonoridade maçante, “Judgement of Heaven” sendo uma das piores músicas da era Bayley e a demasiada lenta “The Edge of Darkness”. O disco não ostenta grandes clássicos mas faz bem seu trabalho e merece respeito.

Destaques: “Sign of the Cross”, “Man on the Edge” e “The Unbeliever”.

Anúncios