Cangaço Rádio Rock Volume 1.jpg

4

Título: Coletânea Cangaço Rádio Rock Volume 1

Características: Bem Feito, Brutal, Ríspido, Pesado, Agressivo, Épico, Diverso, Tempestuoso, Divertido

Ano de Lançamento: 2015

Gêneros: Heavy Metal, Black Metal, Thrash Metal, Power Metal, Hard Rock, Death Metal, Speed Metal, Rock Progressivo

Tracklist:

  1. Chaos Synopsis – Gods Upon Mankind
  2. Empire of Souls – To Become Maker
  3. Dark Slumber – Sorrowful Winter Breeze
  4. Encéfalo – Night of the Dead
  5. Metalizer – A Bridge Across Time and Space
  6. Apple Sin – Apple Sin
  7. Blackning – Unleash Your Hell
  8. Diabolical Tyrants – A Glimpse of the Profane
  9. Division Hell – The Fable of Salvation
  10. Thom Storm – Hidden Road from Hell
  11. Nox Spiritus – Ruthullu Surgirá
  12. Diabállein – Cursing The Innocence of Their Reality
  13. Malleus – Die Söhne Der Erde
  14. Losna – Feronia
  15. Arandu Arakuaa – Hêwaka Waktû
  16. Brutal Morticínio – Estúpido e Podre Homem Branco Cristão
  17. Tellus Terror – Bloody Vision
  18. Frozen Frost Band – The Lake Fools
  19. Rigor Mortis – Dialeto de Morto
  20. Pagan Throne – Path of Shadows

A coletânea Cangaço Rádio Rock Volume 1 é idealizada pelo radialista Cristiano Borges e feita com todo o capricho para divulgar bandas do cenário underground nacional, contando com excelentes bandas e músicas marcantes que transparecem o grande esforço de Borges para levar este projeto a diante. O disco é cheio de música boa e pode ser baixado gratuitamente no site da rádio. O disco já abre com a excelente faixa de Death Metal “Gods Upon Mankind” da banda Chaos Synopsis, é seguida por duas músicas mais mornas, que abrem espaço para a excelente “Night of the Dead” da banda Encéfalo, uma obra prima do Death Metal e Thrash Metal com agressividade impar. O disco da continuidade com mais uma boa música que serve praticamente de abertura para a poderosa faixa de Power Metal “Apple Sin”, da banda “Apple Sin”, um dos melhores momentos do trabalho.Após algumas músicas menos interessantes vem a música mais intensa do disco, com espetacular instrumental “The Fable of Salvation” da banda Division Hell, uma ríspida música de Death Metal com um trabalho de guitarra impecável e velocidade extrema nas intercessões instrumentais. Passam mais faixas um tanto despercebidas até chegar na brutal “Ruthullu Surgirá” da banda Nox Spiritus, um Black Metal denso e tempestuoso, e a esse ponto já é notável a diversidade de Metal Extremo que é encontrada no trabalho. A única música que eu não gostei de forma alguma no disco vem logo em seguida, a faixa “Die Söhne Der Erde” da banda Malleus, que é um Black Metal cru demais para o meu gosto. Voltando às boas faixas, Arandu Arakuaa traz uma bela música que mistura Rock Progressivo e Death Metal que apesar de ser meio estranha, tem seu charme e várias quebras rítmicas interessantes. “Estúpido e Podre Homem Branco Cristão” da Brutal Morticínio é um interessante Black Metal em português que dispõe de uma boa produção e uma excelente letra, coisa rara em Black Metal nacional cantado em Português. Ela é seguida pela pesada “Bloody Vision” da banda Tellus Terror, a melhor música do trabalho, com uma letra de crítica política e extrema agressividade, com muito peso e uma excelente performance vocal que varia entre o rasgado e o gutural a todo o momento mostrando maestria no domínio das cordas vocais do cantor. Fechando com chave de ouro temos a excelente “Path of Shadows” da banda Pagan Throne, que apresenta um Thrash Metal agressivo e divertido com uma letra pesada e uma quebra rítmica incrível, onde entram backing vocals e orquestramento. O trabalho varia menos de estilo do que podia, mas isso reflete o gosto musical do dono da rádio e isso deve ser respeitado, se ele queria fazer uma ótima coletânea de Metal Extremo, conseguiu. Parabéns.

Destaques: “Gods Upon Mankind” da banda Chaos Synopsis, “The Fable of Salvation” da banda Division Hell e “Bloody Vision” da banda Tellus Terror.

Anúncios