Sinopse: A trama fala de um cara normal de Boston que na infância desejou que seu urso de pelúcia ganhasse vida e que viu esse sonho se realizar. O problema é que o urso em tamanho real, que o tem acompanhado a vida toda, começa a complicar a sua rotina de adulto.

Ted-movie-poster.jpg

4

Título: Ted

Características: Hilariante, Bem Atuado, Divertido, Polêmico, Vulgar

Direção: Seth MacFarlane

Ano de Lançamento: 2012

Gênero: Comédia, Drama

Vindo da mente brilhante de Seth MacFarlane, inventor da série de sucesso que rivaliza Os Simpsons em audiência, Family Guy, nasceu Ted. Uma pedra bruta a ser lapidada. O humor ácido típico do roteirista e diretor MacFarlane é muito presente neste longa e é o principal atrativo do mesmo. Quando John faz um desejo, que queria que seu ursinho tivesse vida, tem seu pedido atendido por algo, e desse pedido nasce o ursinho Ted, um vulgar, pervertido, atrapalhado e alcoólatra urso vivo que mudou pra sempre sua vida. Agora, noivo de Lori, John entra em uma disputa dos dois por sua atenção, o que leva a cenas hilariantes. O filme lida bem com humor sujo e já por isso ganhou a censura de 16 anos, merecidamente. Então, crianças, bora assistir Toy Story, né? Passada a graça inicial o filme toma um rumo muito triste e depressivo, onde ambos percebem que o melhor que eles podem fazer para si mesmos é se separarem, graças a bruxa da Lori que da um ultimato. “Eu ou ele”. Esquecendo que uma amizade vale mais que uma mera paixão já devem saber que pro bem da trama John faz a escolha errada, que tem drásticas consequências. O filme é inteiramente muito divertido e cheio de cenas absurdas, e agrada bastante com seu humor sujo e desleixado, ultrapassando inclusive a já vulgar série Family Guy em número de palavrões e peso das piadas. Felizmente tudo termina bem, com basicamente uma reviravolta, e John e Ted podem ser felizes para sempre. Não há muito o que falar do filme porque a maioria das pessoas já o assistiram, mas vale ressaltar que a fotografia é a ideal pra um filme com esse clima, a estória é bem construída e interessante, Ted tem um carisma imenso e a sua animação não beira a perfeição. É perfeita, talvez o melhor animal computadorizado até hoje.

Melhor Cena: Ted, as prostitutas e o cocô.

Anúncios