planeta-dos-macacos-2001-poster-2.jpg

3

Titulo: O Planeta dos Macacos

Características: Leviano, Mal Feito, Sem Magia, Insignificante, Sem Graça, Desinteressante, Mal Atuado, Sem Originalidade

Direção: Tim Burton

Ano de Lançamento: 2001

Gêneros: Ficção Científica, Drama

Bom dia crianças, hoje eu e o meu amiguinho Tim Burton vamos ensinar como fazer um remake meia boca. Todos prontos?

Fugindo completamente da premissa do clássico original, O Planeta dos Macacos de 2001 é um semi-desastre, com uma performance bem desinteressante de Mark Wahlberg em um personagem chato e sem carisma, com efeitos bem piores que os de 1968. A trama continua chamativa e extravagante, mas essa cópia mediana não tem um terço da tensão pesada do original e não faz jus a saga, com uma direção fraca de Tim Burton e uma péssima escolha para personagens secundários, com alguns grande talentos como Tim Roth sendo ofuscados por atores chinfrins que titio Burton deve ter achado na cracolândia. A coisa que mais incomoda a mim e acredito que a todo mundo que assistiu os dois filmes é como o final do original é inovador e brilhante e o final desse é só “meh”. Se quiser assistir siga em frente, mas esteja preparado para um filme sem vivacidade, com perguntas demais e respostas de menos, uma fotografia decente, uma direção de arte no máximo razoável, maquiagem também abaixo do original, efeitos atrasados e irrealistas e uma aproximação um tanto vaga e sem profundidade que passa vergonha em relação à quase todos os filmes da longa saga. Nos resta uma adaptação medíocre, com personagens desinteressante e um fim completamente diferente do visionário filme lançado em 1968 que apesar de também criativo, é muito complexo e confuso e não deixa respostas mesmo após os créditos terminarem de passar. Há muitas teorias em relação ao fim deste filme mas nenhuma delas é concreta, e ele me deixou com um grande ponto de interrogação na minha cabeça.

Melhor Cena: o retorno de Seamus.

Anúncios