Sinopse: Sete estranhos ficam presos em uma isolada casa de fazenda enquanto zumbis canibais – despertados da morte por um teste radioativo no espaço – promovem um incansável ataque, matando (e comendo) qualquer um em seu caminho.

2cb0b13440fc4a541e9382d05ae591d5_jpg_290x478_upscale_q90.jpg

5

Título: A Noite dos Mortos-Vivos

Características: Macabro, Sombrio, Agoniante, Assustador, Realista

Direção: Tom Savini

Ano de Lançamento: 1990

Gênero: Horror

O excelente diretor Tom Savini teve na sua estreia um trabalho difícil: fazer um remake de um dos mais icônicos filmes de Horror da história, chamado A Noite dos Mortos-Vivos (1968). O filme de Savini ficou bem mais realista graças ao orçamento gordo e perde meio ponto unicamente por ser de cabo a rabo extremamente parecido com o original, o que de certa forma o inutiliza e o torna apenas uma atualização do filme de ’68. Mesmo sendo quase idêntico, é uma nova experiência, que garante bons sustos e arrepios com o terrível ruído que os mortos-vivos fazem. O longa mudou completamente o final e deu um ar mais cru e mundo cão para a conclusão da estória, e este é seu ponto mais forte. Divertido como a maioria dos filmes de zumbis, A Noite dos Mortos-Vivos aposta em muitas mortes e cenas macabras para marcar o expectador e consegue isso com êxito. O filme não é exagerado, nem mais violento do que devia, e apenas mostra uma releitura da visão do clássico de George A. Romero com a ajuda do próprio. Considerado por muitos superior ao original, eu discordo unicamente pela falta de originalidade antes do final, mas é um filme que representa muito bem o Horror e o sub-gênero gore. A história se baseia em algo que virou clichê em filmes de zumbis. Pessoas são perseguidas por mortos-vivos até ficarem encurraladas em uma casa enquanto tentam se defender com unhas e dentes até que a ajuda chegue. Ele pode não ser o melhor filme da saga, mas não faz feio e faz jus à sua obra de inspiração e é um ótimo filme para todos os públicos, menos crianças muito pequenas, pois pode lhes causar medo. Você, adulto – ou pelo menos maior de 14 anos, como a classificação indicativa do blog indica – dificilmente vai achar o filme aterrorizante e assustador, a não ser que já tenha medo de filmes de Horror por natureza, mas pro outro público, serve como um ótimo entretenimento que vai divertir e agradar sem nenhuma dúvida, sendo este o filme de mortos-vivos mais realista já feito.

Melhor Cena: a cena do posto de gasolina.

Anúncios