Sinopse: Após a morte de Tomoko Oishi, uma repórter ouve histórias de um vídeo que mata quem o vê uma semana exatamente após assisti-lo. No início não dá importância aos rumores, mas ao descobrir que um amigo de Tomoko, que assistiu o vídeo, morreu exatamente uma semana depois ela começa a investigar. Após ver a fita estranhas coisas começam a acontecer e, assim, pede ajuda ao seu ex-marido, Ryuji Takayama, para tentar deter o relógio da morte, que começou a fazer tique-taque uma vez mais. Além disto ela toma conhecimento da existência de Sadako, filha de uma famosa para-psicóloga submetida décadas antes a vários experimentos. Quando Yoichi, seu pequeno filho, assiste ao conteúdo da fita isto a lança em uma corrida contra o tempo para encontrar um meio de combater a sinistra maldição, que se manifestará em sete dias.

ring-o-chamado_t6648_jpg_290x478_upscale_q90.jpg

4

Título: Ring – O Chamado

Características: Macabro, Assustador, Tenebroso, Soturno, Misterioso

Direção: Hideo Nakata

Ano de Lançamento: 1998

Gênero: Mistério, Horror

O filme japonês que foi a inspiração do remake americano de enorme sucesso de mesmo nome, O Chamado, mostra a tenebrosa jornada de uma jornalista em busca de desvendar os mistérios de uma fita que quando as pessoas assistem recebem uma ligação dizendo que morrerão em sete dias. Muito superior ao seu remake, essa versão japonesa é mais macabra e assustadora, usando de elementos inovadores pra assustar, e é um dos poucos filmes do qual eu realmente tenho certo exitamento em assistir. A figura fantasmagórica que sai da TV é apoteótica e marca o filme com sua fotografia ideal, edição de som tensa e pesada, ritmo soturno, direção de arte esplêndida e mortes assustadoras. Não é um filme pra todos. Se você teve medo da versão americana, não veja essa, pois ela é bem mais pesada. O clima misterioso impera no longa e faz com que fiquemos grudados na tela esperando pelo próximo acontecimento tenebroso. É altamente recomendado pra todos que querem sentir um pouquinho de medo e seu fim é brilhante e satisfatório, fazendo desse filme um dos melhores trabalhos do gênero na segunda metade dos anos 90, honrando seu dever em dar medo e sendo uma grande obra fantasmagórica que deixou uma marca no tempo. É um filme muito sólido e merece a atenção de todos, menos crianças muito pequenas.

Melhor Cena: o menino assiste a fita.

Anúncios