Sinopse: Kick-Ass une-se a uma equipa de agentes liderada pelo Coronel Stars, mas o grupo é atacado por um supervilão com desejos de vingança. No meio do caos, Hit Girl fará de tudo para salvar o companheiro e derrotar o seu poderoso inimigo.

kick-ass-2_t25647_3_jpg_290x478_upscale_q90.jpg

4

Título: Kick-Ass 2

Direção: Jeff Wadlow

Ano de Lançamento: 2013

Gênero: Ação, Comédia

Review

Em Kick-Ass 2 o herói que da nome ao filme começa uma dupla com Hit-Girl que acaba graças a babaquices do mentor atual dela, um membro da polícia e grande amigo de seu falecido pai. Sozinho, Kick-Ass procura um grupo de super-heróis anônimos para formar uma equipe para combater o crime. Enquanto isto, Red Mist que agora se chama Motherfucker por ter assassinado sua própria mãe junta as forças do mal para um embate épico e violento. Ainda em tempo, Hit-Girl descobre que não pode mudar as suas origens e volta a ser a grande super-heroína que já foi.

Os figurinos são bem legais e descontraídos, os efeitos especiais incríveis, principalmente nas cenas de extrema violência, a direção de arte está no ponto, sem se exceder como no filme anterior, e o apelo cômico aumentou muito, só não mais que o apelo dramático (vide o primeiro encontro de Mindy (Hit Girl), que agora enfrenta a puberdade e entra no colegial, onde encontra um covil de biscates que não facilitam a sua vida.

Juntos novamente eles combatem o crime como nos velhos tempos e vencem, como era de se esperar. Agora Kick-Ass foi treinado por Hit-Girl, então ele aprendeu a lutar de verdade, o que só aumenta a diversão do filme. Apesar de não superar o primeiro filme da saga, Kick-Ass 2 é inteligente, cheio de referências a Cultura Pop, com uma fotografia cartoonista, ótimas atuações e palavrões de sobra, fazendo dele extremamente inapropriado pra crianças. Não é um filme pra crianças, é um filme de super-heróis pra adultos, então fica o meu aviso. Espero que gostem, se já viram, digam o que acharam, aquele abraço, e até mais.

Melhor Cena

O encontro.

Anúncios