Sinopse: Irving Rosenfeld (Christian Bale), juntamente com sua parceira igualmente esperta e amante, Sydney Prosser (Amy Adams), é obrigado a trabalhar para um agente louco do FBI, Richie DiMaso (Bradley Cooper). DiMaso os atrai ao mundo do tráfico de influências e da máfia de Jersey que é tão perigoso quanto sedutor. Carmine Polito (Jeremy Renner), político de New Jersey passional e volátil, é encurralado entre os vigaristas e os agentes federais. Rosalyn (Jennifer Lawrence), a esposa imprevisível de Irving, pode ser a responsável por puxar o fio da meada que derrubará todo o seu mundo.

american-hustle_t60581_jpg_290x478_upscale_q90.jpg

5

Gêneros: Comédia. Drama. Policial.

Dirigido por David O. Russell.

Protagonizado por Christian Bale e Amy Adams.

Trapaça é um dos meus filmes favoritos dos anos 2010. Fora o elenco estelar em suas melhores interpretações a produção é repleta de cenas memoráveis e tem como base uma trama envolvente e cativante que acontece ao redor de um casal de vigaristas que começam a bolar um último roubo que parece ser o plano perfeito. Para isso, eles manipulam um agente da polícia interpretado por um dos melhores atores da atualidade, Bradley Cooper.

Jennifer Lawrence está no elenco de apoio e tem um papel marcante, e muito cômico, da ex-mulher de Irving, o protagonista, interpretado com maestria por Christian Bale. O filme se torna mais cativante e empolgante conforme a personalidade dos ricos personagens é dissecada diante das câmeras, questionando moral, valores, família e princípios.

A trilha sonora é boa, a direção de arte marca com cenários bem construídos e muito detalhados, tem uma pequena ponta mas muito bem vinda de Robert De Niro, que como sempre, interpreta o mafioso do roteiro. Ainda temos performances marcantes da nomeada ao Academy Awards Amy Adams que é a segunda parte do par romântico e vigarista de Irving e por fim mas não menos importante, o prefeito corrupto porém bondoso da cidade, Carmine Polito, interpretado com destreza por Jeremy Renner. O prefeito é o mais manipulado por Irving, que acaba se arrependendo por ver o bom coração de Carmine, e que sua corrupção é para ajudar a cidade a se tornar um lugar melhor, mas ele descobre isso tarde demais e não há volta, ele é prejudicado e não perdoa Irving que sai da cena chocado.

Tudo no filme parece se encaixar perfeitamente a viciante estória, e o longa se torna mais e mais grandioso com o passar do tempo, e teve um orçamento gordo, que justifica a grande produção e o elenco dos sonhos que ele dispõe de. O fim é épico e surpreende, com o golpe perfeito, e o casal de protagonistas saem ilesos de seus crimes de forma elaborada e criativa.

Resumindo, é um filmaço de cinema essencial, que foi nomeado a 10 Academy Awards, e apesar de não ter ganho nenhum troféu, marcou presença na cerimônia, com menções honrosas e tudo. Infelizmente ele não ganhou nenhum prêmio, mas foi um marco na história do cinema e merece respeito.

Melhor Cena: O golpe final.

Maior Destaque: Atuações.

Anúncios