Sinopse: Um navegador experiente (Robert Redford) está viajando pelo Oceano Pacífico, quando uma colisão com um contêiner leva à destruição parcial do veleiro. Ele consegue remendar o casco, mas terá a difícil tarefa de resistir às tormentas e aos tubarões para sobreviver, além de contar apenas com mapas e com as correntes marítimas para chegar ao seu destino.

all-is-lost_t53754_2_jpg_290x478_upscale_q90.jpg

4

Características: Trágico. Dramático. Desesperador. Emocionante. Realista.

Até o Fim é um filme de Aventura, Ação e Drama simples, que mostra a jornada de um protagonista sem nome que sofre um acidente ao se chocar com um contêiner a deriva e coloca a vida do protagonista em risco. Ele sozinho terá que começar a lutar por sua vida em mar aberto,  contra tempestades, criaturas do mar e outros perigos, contando apenas com a direção do  vento para a sua salvação. O filme é inteiro interpretado por um único ator, trabalho dificílimo para uma produção e um desafio absoluto pra provar o talento da parte de Robert Redford. O longa é parado mas esse era seu objetivo, para sentirmos uma sensação de vazio no roteiro que por mais que pareça um grande defeito, é sua principal virtude, pois traz realismo às nossas telas.

Os efeitos especiais são muito bons, a atuação de Redford contagiante, a peça chave para a obra cinematográfica, edição profissional mesmo, fotografia incrível, principalmente nos momentos de tempestade e a ambientação é fantástica, em meio ao mar que furiosamente atinge o barco e muda o seu curso a todo momento. Se imaginar em uma situação dessas e achar que a vida do cara é moleza, é pra poucos e é angustiante saber que algumas pessoas vêem essa peça de ação e drama como monótona e sem emoção. Gente, o cara é de meia idade e vence todos os perigos, um a um, com força e foco. Qual demonstração de bravura é maior que essa?

Concluindo, é um ótimo filme, muito dramático e intenso, que pode ser assistido em família perfeitamente por sua censura muito baixa. Fora isso, o filme mostra uma bela mensagem pro público jovem e até pra alguns adultos também: nunca desista, tudo vai dar certo. Você vai sentir falta de diálogos, mas logo se acostuma com a ideia que só vai ver esse cara o filme inteiro. Faz uma pipoca, pega um cobertor, chama a família toda, e se delicie com essa obra prima do cinema, que diga-se de passagem, merecia até um Oscar de melhor ator.

Melhor Cena: Um transatlântico passa, ele usa todos os seus sinalizadores e ninguém vê, é desesperador.

Anúncios