1471731408_1471729395_devintownsendprojecttranscendencecd
Pra mim, super fã de Devin Townsend, este álbum representou a decepção do ano, sendo o pior álbum cantado* da carreira de Devin Townsend por pura preguiça de trabalhar melhor as músicas ao deixar a confiança falar mais alto e pensar que o jogo está ganho. Devin Townsend teve uma grande sequência de grandes albuns e infelizmente Trascendence não é um deles. O album até tem alguns bons momentos, mas tem mais momentos medianos e fracos e acaba não passando de um disco mediano, algo que é muito pouco pro tamanho do talento de Devin Townsend.
Representando o lado bom do disco temos três faixas: Stormbending tem um clima mágico, excelentes instrumentais, uma boa performance vocal que varia entre o agressivo e rasgado à estonteantes sussuros de pé de ouvido nos versos, o que a torna uma faixa variada e criativa que destoa da maior parte do disco. Failure é uma boa faixa, e se encaixa perfeitamente na proposta mal desenvolvida do disco como um dos poucos destaques positivos. O vocal é atrativo, o instrumental é direto e ela dispõe de boas letras e belos falsetes de Devin Townsend. From the Heart é um épico de 8 minutos e meio que representa o que há de melhor no álbum, com a melhor letra do disco e uma certa delicadeza em sua bela e muito bem preenchida sonoridade. É uma música sem erro e conta uma impressionante melodia e uma cativante performance vocal, com destaque no refrão onde Townsend fez uso de vocal feminino em primeiro plano e usa sua voz como mero backing vocal.
Representando o que há de pior no trabalho também temos três faixas, o restante não fede nem cheira. Eu destaco negativamente as seguintes faixas: a fraquíssima Secret Sciences é uma tediosa música que beira o Pop Rock e peca cegamente na escolha de melodias vocais, sendo radiofônica demais para a discografia de Devin Townsend e não o diferenciando do restante das bandas semi-populares de Metal Progressivo, tendo como único atrativo o intenso refrão. Trascendence parece uma música sacra do pior gosto e com pouco uso de complexidade, também não podendo ser caracterizada como Metal Progressivo por seu núcleo demasiadamente simplista e sem muitos atrativos. Offer Your Light é uma música de New Age… em um disco de Metal Progressivo… não precisa dizer muito mais né? Talvez uma das piores músicas da longa discografia cantada de Devin Townsend, se não for a pior.
*Devin Townsend tem dois álbuns de música ambiente sem trechos cantados, ambos péssimos.
Anúncios