209828.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx
Título Original: Oldeuboi
Classificação Indicativa: 18 anos
Gêneros: Suspense, Terror, Drama e Ação
Direção: Park Chan-Wook
Protagonista: Choi Min-sik
oldboy2003
Uma brilhante história de vingança cheia de reviravoltas, com um tempero especial chamado violência extrema, Old Boy é daqueles filmes que da gosto de assistir até o fim só pelo prazer de ver a tragédia sendo explanada. Da até pra ter ideia do fim, mas não na dimensão que ele é apresentado. Park Chan-Wook se encaixou perfeitamente no papel e se mostrou um grande ator com exímias habilidades cênicas, tendo ganhado até alguns prêmios ao redor do globo por sua intensa performance e personagem com a personalidade dissecada e exposta ao máximo, provando ser um ator de altíssimo nível e que mereceu o reconhecimento que o seguiu após esse que é um dos maiores clássicos contemporâneos que eu tive o prazer de assistir e re-assistir.
Baseado em um mangá, Old Boy conta a história do pai de família Oh Dae-Soo (Park Chan-Wook), que desordeiro e bêbado, acaba preso em uma chuvosa noite e depois que é solto simplesmente desaparece e acorda em um pequeno quarto onde é vigiado 24 horas por dia e recebe um gás de Valium toda vez que tenta se matar ou precisam fazer alguma mudança no quarto. Ele tem como sua única companhia uma TV e as paredes, onde ele treina artes marciais e cava buracos em busca de uma fuga. Um dia ele acorda dentro de uma mala, com todas as suas anotações, e começa a ser abordado por estranhos que o conhecem. Dessa forma ele vai percebendo que está em uma trama muito mais planejada e complexa do que esperava.
O psicopata mostra a cara e da 5 dias para Oh Dae-Soo tentar descobrir o porque de ter sido preso, ou pior, o porque de ter sido solto, e a verdade, meus amigos, é pior do que qualquer um espera quando começa a assistir o filme. Ele é realizado em tantas camadas e tem tantas cenas memoráveis (sendo o destaque absoluto o longo take perfeitamente coreografado na luta com o martelo após a sessão de tortura do cara do prédio onde ele ficava preso) que parece uma obra que excede os limites padrões das obras primas se tratando de talento do elenco e controvérsias. Ele é direcionado unicamente ao público adulto e quem nunca assistiu deve experimentar experienciar esta explosão de sensações.
Se você gostou do review comente, compartilhe e se inscreva. Assim você ajuda o blog e fica por dentro de tudo que rola por aqui.
Anúncios