20314060.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx
Título Original: The Living Daylights
Classificação Indicativa: 12 anos
Gêneros: Suspense e Aventura
Direção: John Glen
Protagonista: Timothy Dalton
18883876.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx
Em um dos melhores filmes do James Bond (Timothy Dalton), 007 Marcado para a Morte conta a história de James Bond que resgata um companheiro da Inteligência Britânica para logo depois ele ser pego de volta pelos mesmos sequestradores, e agora cabe a ele lutar contra a União Soviética e ainda um fabricante de armas soviético que o torna um alvo a todo momento de seus inúmeros e poderosos inimigos. Cabe a Bond e sua Bond Girl da vez resistir aos ataques de Whitaker (Joe Don Baker) e devolver novamente o prestígio perdido da Inteligência Britânica.
O filme é bem feito, bem construído, divertido, bem atuado, esbanja de uma excelente fotografia e uma direção de arte no ponto. Esse pode ser considerado o segundo melhor filme do nosso querido espião, perdendo apenas pra 007 – Operação Skyfall (2012), indiscutivelmente o melhor filme de espionagem da história, e um dos melhores do gênero Ação também feitos até hoje. Em 007 Marcado para a Morte tudo é muito vívido. O elenco empolga e entrega performances satisfatórias e não há riscos em dizer que Timothy Dalton é o terceiro melhor Bond, perdendo apenas pra Daniel Craig e Roger Moore.
Se você procura um filme com ação insanamente intensa, uma história que da liga, cenas empolgantes e muitas explosões, é difícil encontrar algo melhor por aí. O filme, como todos os pré-Daniel Craig, ele é bem over the top e intenso, mas esse é o charminho do filme, que prefere optar pelo certeiro levando em conta tudo o que aconteceu até aquela época na série, e os exageros valem a pena, marcando o fim dos anos 80 com uma obra de valores artísticos inestimáveis e que acerta em cheio no que o público de filmes de Ação mais gosta. Assista e comprove.
Gostou de ler o review? Comente, compartilhe e se inscreva pra receber postagens novinhas em folha no seu e-mail.
Anúncios