(500) Dias Com Ela

Título Original: (500) Days of Summer
Direção: Marc Webb
Gêneros: Drama, Comédia e Romance

Introdução

(500) Dias com Ela conta a história de Tom (Joseph Gordon-Levitt, um homem que se apaixona por uma mulher fria e controladora que nenhum de seus amigos gosta e decide terminar com ele em um dos momentos mais difíceis de sua vida. Agora cabe a ele relembrar com seus melhores amigos os 500 dias do momento que conheceu ela até o momento do término do namoro e todos os acontecimentos especiais desse período, sejam eles negativos ou positivos. É um roteiro interessante e bem construído, falarei mais sobre ele na minha opinião.

Opinião

Contando uma história nada romântica, essa Comédia Romântica tem só o nome mesmo entre os seus gêneros. Ele conta a história de uma vaca destruidora de corações, e como devemos nos afastar desse tipo de gente que não acredita em compromisso e não quer saber de coisas sérias, pois podemos nos machucar. O filme é uma aula de como não conduzir um namoro e como não se apegar à pessoas que não valem a pena. Tom é um pobre coitado nas mãos de uma mulher fria e decidida em magoa-lo sempre que pode e o tom que todo o filme leva é esse, que passivo na relação, não tem voz alguma e passa metade do filme chorando por causa dela. A graça do filme é que Tom é um bom rapaz, muito carismático e que acredita no amor eterno, enquanto Summer é uma mulher fria e decidida, que se prende à seus objetivos sem pensar em que pessoas deverá passar por cima para isso. É uma dinâmica interessante e nada romântica, que agrega muito cenicamente às carreiras dos dois protagonistas, que tem uma sintonia estranha e são tão opostos que criam um clima cômico inesperadamente. Tudo o que rola no filme é gostoso de se assistir e cativa aos olhos e a mente, provando que uma Comédia Romântica não precisa ser melosa pra funcionar e fluir naturalmente, atraindo a visão do espectador pra algo maior e mais complexo do que um simples relacionamento todo certinho e que acerta em cheio no ritmo, nas temáticas, no charme e no carisma, que são elementos chaves para uma obra de sucesso e com qualidade indiscutível. Diferente de tudo o que já foi feito, esse filme me ganhou pelo capricho do roteiro e a sua profunda e intimista mensagem, e creio que vai agradar muita gente.

Conclusão

Melancólico, porém leve, este filme é único e peculiar em todos os sentidos, com uma história um tanto desconexa, e que ganha o espectador pelo seu realismo ao explanar um relacionamento a dois de forma surreal e se mostrar diferente de tudo o que já foi feito.
Anúncios