19973097

Título Original: Boogeyman
Direção: Stephen T. Kay
Gênero: Terror

Introdução

Tim (Barry Watson) enfrenta os medos de seu passado após a morte de sua mãe com a crença de que existe um bicho papão em seu armário. É isso. Proposta simples e direta. Mas podia ser mais trabalhada.

Opinião

O Pesadelo é um filme sobre o bicho papão que tem sua cota de sustos mas não é eficaz em causar medo, com um clima de tensão muito mal forjado e que não traz novidades à mesa. O longa tem um bom ritmo e em alguns momentos até empolga mas é prejudicado por um anti-clímax que poderia ser perturbador se fosse melhor explorado mas acaba sendo apenas bobo. O protagonista é um bom ator e me agradou, mas há coisas que me incomodam nele, como o vício em entrar em flashbacks e o seu apego com o que o faz mal. O filme tem uma censura média e pode ser assistido por crianças literalmente sem medo, coisa que não era de se esperar em um filme dito de Horror. Optando por um caminho mais tradicional e menos exagerado, o longa agrada razoavelmente e não surpreende, nem decepciona, com uma abordagem lisa e linear e a total falta de peso no roteiro que deixa com que o filme pareça mais um Suspense bem feitinho e leve, sem muito pulso e com muitas limitações. Isso provavelmente é culpa do diretor  Stephen T. Kay, que é mais habilidoso com séries de 40 minutos do que com filme de uma hora e 40. Essa transição é complicada e é compreensível que ele erre em vários aspectos por puros vícios e não contente em fazer um trabalho regular, ele se superou no seu trabalho com a série Sons of Anarchy, mas até então, só foi mais um diretor de mente pequena e habilidades questionáveis.

Conclusão

É um filme mediano, sem muitas virtudes e com muitos furos no roteiro, além de uma história fantasiosa demais que não leva à lugar algum e termina tão ambígua como começa.

Anúncios