21007978_20130523175557996.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

4

Violento, visceral e vívido.

Onde os Fracos Não Têm Vez (No Country For Old Men) é dirigido por Joel Coen e Ethan Coen e protagonizado por Tommy Lee Jones, Javier Bardem e Josh Brolin, contando a história ganhadora do Oscar de Llewelyn Moss (Josh Brolin), que encontra dois milhões de dólares de uma troca de dinheiro da por tráfico que deu errado, durante uma de suas usuais caçadas, e começa a ser perseguido por um estranho atirador que quer sua morte a qualquer custo. Javier Bardem se mostra um vilão excepcional e torna esse filme em uma caçada doentia e violenta com fins trágicos, não há defeito em seu personagem, de origem misteriosa e métodos impiedosos de vingança que chegam até a cidade e transformam o filme em uma espécie de Faroeste moderno sanguinolento. Josh Brolin também não faz feio no papel principal do filme, mostrando bravura, coragem e persistência em seu personagem visceralmente aprofundado e explanado neste filme que não tem vergonha nenhuma de expor os personagens ao extremo e exibir violência extrema com seus protagonistas, com tiroteios pelas ruas, no deserto, na estrada, além de momentos dramáticos e cheios de tensão, toda vez que o perigoso atirador encontra Llewelyn. Mas suas maior preocupação é com sua mulher que está desprotegida em Odessa, Texas, à alguns quilômetros de onde saiu. Também tive uma grata surpresa com a presença de Woody Harrelson, que faz uma pontinha bem carismática no filme. Tommy Lee Jones é um delegado que investiga o caso, mas não brilha muito no filme quando os três mencionados anteriormente. No geral, a obra diverte, cativa, emociona e impacta, tudo o que é necessário pra um bom Drama de Ação que quer divertir o seu público com momentos de êxtase e deixa os nervos à flor da pele com sua tensão que com certeza, causa nervosismo em qualquer um. É um excelente filme focado no público adulto e que acerta em cheio na escolha do elenco, e tem na Netflix. Não é uma beleza?

Anúncios