298c9b9ba0b2ac2e3c8c4f7c0725d911

7

Um dos filmes mais agitados da franquia de James Bond (Daniel Craig), exagera na Ação, que é intensa e impetuosa, e esquece um pouco de apresentar uma trama mais firme e que dê mais liga. Daniel Craig segue com o papel de 007 e faz um trabalho espetacular se tratando de atuação, humanizando o mítico personagem e lembrando que do contrário de filmes com Sean Connery, Roger Moore, Timothy Dalton e Pierce Brosnan, o agente James Bond também se machuca, também precisa se esforçar pra alcançar seus objetivos e precisa batalhar para sobreviver. Essa é a maior virtude do James Bond de Craig, mas ele também empolga e tem a melhor sequência inicial de toda a saga, perdendo um pouco o fio da meada conforme o tempo passa mas mantendo o estilo e se mostrando uma forte entrada na franquia, que decepciona um pouco apenas pela história rasa e sem aprofundamento, mas que cativa mesmo assim por ser over the top e contagiante, com muitas cenas de explosões e perseguições desafiando todas as leis da física para tentar impressionar visualmente, com poderosos efeitos especiais, uma fotografia ótima e uma direção de arte invejável, que só contribui com o garbo e a elegância do filme, não deixando dúvidas que não há melhor Bond que o de Craig e que seu trabalho em companhia do trabalho da produção são o que continuam fazendo dessa série de filmes um completo sucesso mundial que merece reconhecimento pela sua contribuição para o cinema moderno.

Anúncios