Sinopse: Uma releitura do clássico conto de terror sobre Carrie White (Chloë Grace Moretz), uma garota tímida rejeitada por seus colegas e super-protegida por sua mãe profundamente religiosa (Julianne Moore), que traz o terror telecinético para sua pequena cidade após sofrer uma brincadeira de mal gosto durante o baile de formatura.

8d3243b2f6ca147e92cb393492ac89d8

6

Gostei!

  • Carrie mostra mais suas habilidades de telecinese que em outros filmes.
  • Julianne Moore é excelente no papel da mãe de Carrie, como é em todos os papéis que faz, diga-se de passagem.
  • O filme tem a duração certa pra não se tornar cansativo.
  • A fidelidade ao livro é grande apesar da objetividade do filme não ser culpar a religião, o que é claramente o objetivo do conto.
  • Carrie fica deslumbrante para o baile.
  • O sangue de porco é mais realista do que nunca.
  • A morte de Chris é incrível e extremamente realista, dando um prazer imenso de assistir.
  • Sue realmente tem bom coração nesse filme e mostra-se desde cedo arrependida pelo o que Chris e ela fizeram com Carrie na cena da menstruação.
  • O final é fiel ao filme de 1976.
  • O baile é o mais violento e over the top de todos.
  • A professora é um amor com Carrie, exceto pelo tapa na cena da menstruação, que serve de alívio cômico.
  • A história tem muito peso e cumpre o papel de chocar.

Não gostei!

  • Chloë Grace Moretz deste filme não é estranha. Foi uma péssima escolha de atriz pra interpretar o papel.
  • O efeito usado para Carrie flutuar após o massacre no baile de formatura é ridículo e parece mais CGI. Se é que não é.
  • O final é controverso pelos motivos errados.
  • O filme é desnecessário em vista que o original de ‘76 já cumpriu bem o papel de representar o conto, inutilizando este.
  • O marketing pesado me fez esperar bem mais do filme do que ele entregou.
  • O trailer tem cenas que não entraram no corte final.
  • A insistência do filme em não culpar a religião é um tanto irritante, afinal, fanatismo religioso é a temática do filme e do conto.
  • O que acontece com Carrie em todos os filmes no fim é errado. Trágico e errado.
Anúncios