image-w1280

9

As últimas 12 horas da vida de Jesus de Nazaré (James Caviezel). No meio da noite, Jesus é traído por Judas (Luca Lionello) e é preso por soldados no Monte das Oliveiras, sob o comando de religiosos hebreus, que eram liderados por Caifás (Matti Sbraglia). Após ser severamente espancado pelos seus captores, Jesus é entregue para o governador romano na Judéia, Poncio Pilatos (Hristo Shopov), pois só ele poderia ordenar a pena de morte para Jesus. Pilatos não entende o que aquele homem possa ter feito de tão horrível para pedirem a pena máxima e eram os hebreus que pediam isto. Pilatos tenta passar a decisão para Herodes (Luca de Domenicis), governador da Galiléia, pois Jesus era de lá. Herodes também não encontra nada que incrimine Jesus e o assunto volta para Pilatos, que vai perdendo o controle da situação enquanto boa parte da população pede que Jesus seja crucificado. Tentando acalmar o povo e a província, que detesta, Pilatos vai cedendo sob os olhares incriminadores de Claudia (Claudia Gerini), sua mulher, que considera Jesus um santo. O filme foi recebido com euforia tanto pelo público quanto pela crítica.

The Passion of the Christ é o retrato mais cruel e realista das últimas horas de Cristo. Dirigido por Mel Gibson e amado por praticamente todos os cristãos, é o melhor filme religioso da história, especialmente da história de Jesus Cristo, que foi contada com leveza em todos os tempos e em 2004 ganhou uma versão credível e fascinante, que enche os olhos com efeitos especiais e maquiagem incríveis e edição primorosa, sendo um filme que alimenta a fé daqueles que acreditam e o veem e enriqueceu a minha vida por mostrar como o nosso senhor sofreu por nós. O roteiro é extremamente fiel à Bíblia distribuída na cidade do Vaticano e acompanha tortura e violência extrema, que pode facilmente chocar pessoas sensíveis e crianças. Então, estão avisados.

Com perfeição técnica, direção extraordinária, atuações marcantes e um dos melhores roteiros adaptados da história, além, é claro, da majestosa trilha sonora, The Passion of the Christ foi nomeado a três Academy Awards e se mantem como um dos filmes mais influentes e reverenciados da história moderna, e vai inspirar muitos corações desamparados a continuarem em frente, não importam as dificuldades, pois sempre há uma solução, e há alguém lá em cima, olhando por nos. Abraços cordiais e até a próxima postagem. Não se esqueça de comentar, afinal, todo mundo tem uma conta no Google, e não se esqueça de compartilhar com seus amigos pra que filmes incríveis como esse não caiam no esquecimento.

Anúncios