vlcsnap-2015-11-07-19h22m34s631

Título original: Curve

Classificação indicativa: 14 anos

Direção: Iain Softley

Protagonista: Julianne Hough

3.5 

SINOPSE

Uma jovem decide capotar seu carro numa estrada deserta após fazer o que jamais se deve neste tipo de filme: dar carona a um sujeito simpático. O caroneiro, claro, revela-se um predador e a única chance de impedi-lo é tomar uma atitude drástica.

REVIEW

Com tensão elevada e uma excelente atuação de Julianne Hough, este não é o tipo de filme que se esquece fácil. Ele conta a história de uma mulher corajosa, que decide jogar o seu carro de uma ribanceira após dar carona a um predador sexual com requintes de psicopatia, que começa a ameaça-la depois de pegar uma carona com ela com falas de conotação completamente pervertida. O abuso psicológico que ele faz com ela depois que ela fica presa no carro é pesado e muito grave, e ela deve lutar com todas as suas forças para sobreviver e dar um fim em seu sofrimento. Durante quase 90 minutos eu vi um jogo psicológico de alto nível que exacerbou todos os limites da raça humana em relação a agressão verbal, assédio sexual e medo de morrer. Qualquer um na situação dela ficaria desesperado e a atriz conseguiu passar bem esse sentimento de desespero em sua exemplar atuação. O ator que fez o assassino não tem muito cara de psicopata, o que faz nos surpreendermos com ele mais ainda, e o desfecho é muito prazeroso. Com insanas quantidades de Pussy Power (poder feminino), a vingança é brutal, e deixa o filme em ritmo de festa quando o assassino sente o gosto da própria maldade. É um filme envolvente e que não vai te deixar piscar os olhos, de tanto nervosismo que a trama causa e também por causa do impacto que a narrativa oferece. Recomendado. Abraços e até a próxima.

Anúncios