pinhead

Hellraiser

8

Sinopse

Uma esposa infiel encontra o zumbi de seu amante morto, que está sendo perseguido por demônios depois que ele escapou de seu inferno sado-masoquista.

Crítica

Inovador e criativo, a obra prima da carreira de Clive Barker é um filme macabro que mistura dor e sado-masoquismo em um roteiro intenso e cheio de sangue que o tornou um dos maiores clássicos Cult da história do cinema, rivalizando clássicos como A Hora do Pesadelo pelo posto de filme mais assustador dos anos 80. A história segue a vida de Kirsten, sua madrasta infiel, seu pai e seu tio Frank que fugiu do inferno quando o pai dela se machucou com um prego e derramou sangue no local em que seu tio morreu ao mexer com a proibida caixa de quebra cabeças que liberta os cenobitas, liderados por Pinhead e suas correntes com ganchos. O filme é um êxito completo em maquiagem, e impressiona com a aparência de Frank, que é muito convincente e asquerosa. Conforme Frank vai consumindo a força vital de outros seres humanos ele vai cada vez se tornando mais vivo e real novamente, para os proibidos prazeres da mulher do pai de Kirsten. O filme tem uma ideologia lúdica de prazer e dor unidos para uma amplificação de ambos e a bizarra ideia de que sadomasoquismo com demônios é o maior prazer possível de ser obtido por uma pessoa. Depois do primeiro filme a série desandou, mas ele serve como exemplo de filme Trash que deu certo e que é levado a sério mesmo pelas mentes mais debochadas por seu conteúdo pesado, realista e extremamente violento. Os efeitos hoje podem parecerem bobos, mas para a época eram muito bons e a maquiagem de Doug Bradley é a mais trabalhada, complexa, e aparentemente dolorosa da história para encarnar Pinhead, o monstro cheio de pregos na cara mostrado na foto acima. É uma idealização e realização de sucesso que pavimentou a estrada de Pinhead rumo aos mais icônicos monstros de filme de Terror já feitos, e seus cenobitas, não menos trabalhados, a melhor horda vinda do inferno já registrada. Quem não curte filmes Trash se sentira incomodado com alguns aspectos de Hellraiser, mas aí fica a minha pergunta: quem não curte filmes Trash? Haha. Poucos leitores não devem ter assistido até então o filme mas como ele ficou meio esquecido nos últimos anos graças às sequências sofríveis vale lembrar dele, e inclusive, vale a pena reassistí-lo.

Anúncios